17 de jan de 2018

O INOCENTE - Harlan Coben

Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Páginas: 336
ISBN: 9788580412246


Sinopse: Aos 20 anos, Matt Hunter vive uma noite de horror que ficará para sempre gravada em sua memória. Durante uma festa, ao tentar apartar uma briga, ele mata uma pessoa acidentalmente e é considerado culpado pelo júri. Agora, nove anos depois de ser libertado da prisão, tudo parece ter entrado nos eixos: Olivia, sua esposa, está grávida e os dois estão prestes a comprar uma casa na cidade natal dele. Mas a ilusão acaba quando Matt recebe um vídeo chocante e inexplicável que começa a despedaçar sua vida pela segunda vez. Para piorar, ele começa a ser seguido por um homem misterioso. Em pouco tempo, o perseguidor é encontrado morto e uma freira querida por todos também é assassinada. Quando as pistas apontam para Matt, ele e Olivia são forçados a desafiar a lei em uma tentativa desesperada de salvar seu futuro juntos.

Alguns erros podem mudar sua vida para sempre


Matt Hunter matou uma pessoa acidentalmente quando era jovem. Foi preso e cumpriu sua pena. Anos depois, está feliz, casado com Olívia, que espera um bebê, e pensando em comprar uma casa maior. Apesar de ainda sofrer preconceito por causa de seu passado, Matt refez sua vida.

Tudo ia bem até que Matt recebe um telefonema suspeito e um vídeo onde sua mulher aparece com outro homem. Não consegue confrontar Olívia porque ela está viajando e, para piorar, ela não atende o celular. No primeiro momento, Matt fica com ciúmes, mas logo nota que há algo estranho nessa situação. Fica mais desconfiado ainda quando percebe que está sendo seguido. Para descobrir o que está acontecendo, Matt procura uma amiga investigadora, que descobre o hotel onde o homem que enviou o vídeo está hospedado. Matt vai ao hotel para falar com o sujeito. A partir daí, desencadeia uma série de acontecimentos catastróficos.

A policial Loren Muse está investigando o caso do assassinato de uma freira. Loren descobre que a mulher assassinada estava com uma identidade falsa. Que segredos tinha essa mulher? Por que foi assassinada?

Muse descobre que o assassinato da falsa freira está relacionado a Matt. As coisas ficam piores ainda quando o homem do hotel aparece morto. Quando Matt reencontra Olívia, ela revela a verdade sobre seu passado. Na verdade, os assassinatos estão ligados a ela. Não demora muito para Matt se tornar suspeito de três homicídios. Só resta fugir até conseguir descobrir o que está acontecendo e provar sua inocência. Como se não bastasse, Olívia corre perigo e o marido quer protegê-la.

Mais um suspense eletrizante de Harlan Coben. Um livro que deixa o leitor ligado do início ao fim. No final, em meio a revelações chocantes, todas as perguntas são respondidas. Este é um dos livros do autor que mais gostei!

10 de jan de 2018

QUARENTA DIAS SEM SOMBRA - Olivier Truc

Série: Klement Nango – Livro 01
Editora: Tordesilhas
Ano: 2014
Páginas: 408
ISBN: 9788584190010


Sinopse: É a última noite polar na Lapônia. O sol voltará a brilhar após quarenta dias ausente. Todos esperavam o retorno do tambor sagrado, que, acredita-se, permite a comunicação com o mundo dos mortos. Mas o tambor é roubado, causando comoção na comunidade. Pouco depois, um criador de renas é encontrado morto e mutilado no meio da neve. A investigação dos crimes é liderada pelos policiais Klemet Nango e Nina Nansen. Os oficiais não poderiam ser mais diferentes entre si e precisarão enfrentar condições extremas de temperatura gélida e isolamento para resolver os mistérios.

A história se passa na Lapônia, um lugar com um inverno muito rigoroso onde a população fica quarenta dias sem ver o sol (por isso o título do livro). O cenário é desolador e lindo ao mesmo tempo, a beleza é destacada pela aurora boreal. Os lapões, povo que habita a região, são criadores de renas e levam uma vida de privações, cuidando de suas renas em temperaturas extremas.

Klement Nango, um policial quase se aposentando, está na polícia das renas. Klement recebe uma nova colega de trabalho, a jovem Nina. Os dois se estranham no começo, mas depois formam uma boa dupla de investigação. O trabalho da polícia das renas, como o nome já diz, é cuidar de casos e conflitos envolvendo renas. O tumulto começa quando um antigo tambor da cultura sami é roubado do museu. Logo depois, um criador de renas é assassinado. Será que os dois casos estão ligados? Qual a ligação?

Quando Klement e Nina começam a investigar, descobrem que os casos estão ligados à história do povo daquela região. Também há muita ambição e cobiça envolvida.

O início do livro é bastante lento, demora a engatar. Quase desisti da leitura. Os capítulos finais ficam mais empolgantes. São vários mistérios que, no final, fazem todo o sentido. Só senti falta de saber o que acontece depois. A narrativa termina de uma forma meio abrupta e deixa o leitor pensando no resto. Este é o primeiro livro de uma série, mas não sei se o segundo livro dará alguma explicação a mais sobre o que acontece depois que o mistério é solucionado. Pelo que vi, o segundo livro conta um outro caso, então, acredito que não teremos mais explicações sobre o primeiro.

De uma forma geral, não gostei muito da leitura. É um suspense diferente, envolvendo religião e história. Não é o tipo de suspense que gosto de ler. Mas indico para quem tem curiosidade de conhecer um pouco mais sobre a Lapônia, a aurora boreal, as paisagens, os habitantes e a cultura da região.

3 de jan de 2018

SÉRIE - BIG LITTLE LIES

Criação: David E. Kelley
Ano: 2017
Gênero: Drama, Suspense

pequenas grandes mentiras

Sinopse: Big Little Lies conta a história de três mães que se aproximam quando seus filhos passam a estudar juntos no jardim de infância. Até então, elas levam vidas aparentemente perfeitas, mas os acontecimentos que se desenrolam levam as três a extremos como assassinato e subversão.

Uma vida perfeita. Uma mentira perfeita.

Big Little Lies é uma série de uma temporada só da HBO, baseada no livro Pequenas Grandes Mentiras de Liane Moriarty. Gostei muito de outro livro da mesma autora (O Segredo do Meu Marido, resenha aqui), por isso fiquei curiosa para assistir.

pequenas grandes mentiras

A série conta a história de três mães que se tornam amigas por causa de seus filhos. Celeste (Nicole Kidman) é rica, tem uma casa linda, um marido bem-sucedido e dois filhos gêmeos. Parece uma vida perfeita, mas Celeste esconde segredos terríveis por baixo da aparente perfeição.

pequenas grandes mentiras

Madeline (Reese Whiterspoon) é divorciada, tem um marido apaixonado e duas filhas lindas. Parece a dona de casa perfeita, mas ainda se ressente porque seu ex-marido casou com outra. Não está satisfeita com sua vida conjugal e também esconde alguns segredinhos.

Jane (Shailene Woodley) acabou de se mudar para a cidade, é mãe solteira e tem um filho que parece problemático. O filho insiste em saber quem é seu pai, mas a mãe esconde um grande segredo sobre isso.

As três amigas se unem para enfrentar alguns problemas escolares e comunitários, mas demoram para revelar seus verdadeiros problemas. No final, quando já conhecem os problemas das outras, elas se mostram fortemente unidas e cúmplices.

Já no primeiro episódio, sabemos que alguém morreu e pode ter sido assassinado. Mas a série não revela quem foi e como foi. Só descobrimos a verdade no final. Achei genial! Adorei o final porque não ficaram pontas soltas, todos os mistérios foram explicados e todos tiveram o final que mereciam.

Bem que O Segredo do Meu Marido poderia virar série ou filme também... 

27 de dez de 2017

FILME - SING - Quem Canta Seus Males Espanta

Direção: Garth Jennings
Duração: 108 minutos
Ano: 2016
Classificação: Livre
Gênero: Animação, Família


Sinopse: Um empolgado coala chamado Buster decide criar uma competição de canto para aumentar os rendimentos de seu antigo teatro. A disputa movimenta o mundo animal e promove a revelação de diversos talentos da cidade, todos de olho nos 15 minutos de fama e nos US$ 100 mil dólares de prêmio.




O coala Buster resolve criar uma competição de canto para salvar seu teatro da falência. Os preparativos iam bem até que, por um erro da secretária, os panfletos são impressos anunciando um prêmio de 100 mil dólares para o vencedor, quando era pra ser de mil dólares apenas. Buster deixa esse “probleminha” para resolver mais tarde.



Adorei a secretária, uma iguana caolha, simplesmente hilária! Foi ela quem causou a confusão com os panfletos, sem querer.


A porco-espinho adolescente roqueira é tudo de bom. E a elefanta tímida com uma voz linda, também. Os personagens são engraçados e fofos.



Sing me lembrou muito o filme Zootopia, achei os animais bem parecidos. Apesar de não ter nenhuma grande novidade, gostei do filme. É leve e divertido para assistir com a família. As músicas são bem chicletes, fáceis de agradar.

20 de dez de 2017

A GAROTA NO TREM - Paula Hawkins

Editora: Record
Ano: 2016
Páginas: 378
ISBN: 9788501075680


Sinopse: Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio por galpões, caixas d’água, pontes, casebres e aconchegantes casas vitorianas. Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes – a quem chama de Jess e Jason –, Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess – na verdade Megan – está desaparecida. Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos. 

O livro conta a história de três mulheres bem diferentes, mas com algumas coisas em comum. De uma forma surpreendente, as três estão relacionadas a um acontecimento chocante. A narrativa, em primeira pessoa, é feita pelas três mulheres, em capítulos intercalados.

A protagonista é Rachel. Alcoólatra, deprimida e desempregada, Rachel pega o trem todas as manhãs, fingindo ir trabalhar. Da janela do trem, observa a casa que um dia dividiu com seu marido Tom. Rachel também costuma observar um casal que mora na mesma rua. Como ela não tem vida própria, fica encantada com a vida do casal, que parece perfeita.

Ana é a segunda mulher de Tom. Os dois estão morando na casa que foi de Rachel. Ana está sempre estressada e preocupada porque Rachel vive perturbando a vida deles, principalmente quando bebe. Ana teme por sua filha pequena.

Megan é casada com Scott. Mesmo tendo certeza do amor de Scott, Megan está sempre insatisfeita e inquieta. Ela esconde um grave segredo do passado.

Rachel sempre achou que Megan e Scott formavam um casal perfeito, até ver algo inesperado da janela do trem. Pouco depois, Megan desaparece misteriosamente. Rachel, querendo ajudar, vai à polícia contar o que viu e também entra em contato com Scott. Cada vez mais, Rachel se envolve no caso.

Não consegui simpatizar com nenhuma das três mulheres, são todas muito instáveis. Rachel enche a cara, apronta todas e depois fica pedindo perdão pelas bobagens que fez. Isso sem falar que se mete demais na vida dos outros. Ana é muito medrosa e sem atitude. Megan é uma irresponsável, que não sabe o que quer da vida.

Apesar de não ter simpatizado com as personagens, gostei muito do livro. O suspense é muito bom. São vários segredos e você só entende a conexão no final. No decorrer da leitura, nos deparamos com pistas bem sutis sobre a verdade, mas também há algumas informações que estão lá só para confundir. Recomendo a leitura! Estou ansiosa para assistir ao filme!

13 de dez de 2017

SÉRIE - 13 REASONS WHY

Criação: Brian Yorkey
Ano: 2017
Gênero: Drama

13 reasons

Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker, uma colega de classe e antiga paquera, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.


13 porques


A série da Netflix é baseada no livro de Jay Asher. Não li o livro, mas fiquei muito curiosa com a premissa da série e resolvi assistir. Hannah, uma garota de 17 anos, que se suicidou, deixou fitas com gravações para várias pessoas conhecidas. As fitas contêm as 13 razões que a levaram a cometer suicídio.

Desde o primeiro episódio, acompanhamos Clay, que era apaixonado por Hannah, ouvindo as fitas. Quase todos os outros personagens citados nas gravações, já as ouviram. A maioria dos citados, são alunos da mesma escola de Hannah. A cada fita, Hannah explica um porquê, e Clay fica aflito, querendo tirar satisfações e se vingar de cada pessoa que prejudicou a garota de alguma forma.


13 reasons


Clay é bonzinho, mas é meio idiota também. Ele fica querendo fazer justiça por Hannah, mas não toma nenhuma atitude concreta. Fica com medo de ouvir as fitas e fica pedindo spoiler para Tony, que já ouviu tudo. O amigo ainda tem que ficar tomando conta dele para que não faça bobagens.




As histórias de Hannah são bem sinistras e chocantes. É muita coisa para uma garota de 17 anos! A sinopse e os comentários na internet dão a entender que Hannah sofreu bullying. Mas não sei se é bem isso. As situações são muito diferentes e a maioria aconteceu fora da escola. Então, não sei se pode-se dizer que é bullying. É claro que os colegas e amigos de Hannah são uns escrotos, mas ela também não foi muito esperta. No final, tendo passado por tudo o que passou e conhecendo o caráter dos colegas, ela toma uma atitude completamente estúpida. Como ela pôde fazer uma coisa dessas?! Por causa dessa atitude imprudente, acontece o pior… E este foi o principal motivo para o suicídio.




As colegas de Hannah são todas umas vadias egoístas. Os garotos também são uns machistas imbecis (aquele Bryce é um asco!). Outro personagem que me irritou bastante foi o conselheiro da escola. Que babaca idiota que só pensa na própria carreira e quer que a escola ganhe o processo de qualquer jeito. Fiquei curiosa para saber o que acontece com ele no final. Tomara que tenha uma segunda temporada!

30 de nov de 2017

O BICHO-DA-SEDA - J. K. ROWLING

Série: Cormoran Strike – Livro 02
Editora: Rocco
Ano: 2014
Páginas: 464
ISBN: 9788532529497


Sinopse: O detetive Cormoran Strike retorna no novo mistério de Robert Galbraith, autor do best-seller internacional 'O Chamado do Cuco'. Quando o escritor Owen Quine desaparece, sua esposa vai a procura de Strike. De início, a Sra. Quine pensa que seu marido apenas se afastou por conta própria, por uns dias — como já tinha feito antes — e ela pede a Strike para que o encontre e o traga para casa. Mas conforme Strike investiga o caso, se torna claro que há mais no desaparecimento de Owen do que sua mulher pensa. O escritor havia terminado um manuscrito contendo descrições venenosas de quase todos que conhecia. Se o livro fosse publicado, poderia arruinar vidas: o que significa que existiam várias pessoas que poderiam querer silenciá-lo. Quando Quine é encontrado brutalmente assassinado em circunstâncias bizarras, a investigação se torna uma corrida contra o tempo para entender a motivação de um assassino impiedoso, um assassino como Strike nunca havia visto antes.

Para quem não sabe, Robert Galbraith é o pseudônimo de J. K. Rowling, autora da série Harry Potter. O Bicho-da-Seda é o segundo livro da série policial Cormoran Strike. Não li o primeiro livro O Chamado do Cuco, mas isso não prejudicou a leitura. Só fiquei curiosa, pois o caso que o detetive resolve no primeiro livro é citado várias vezes no segundo.

O detetive Strike ficou famoso devido a um caso famoso que resolveu e agora atende pessoas ricas que estão dispostas a pagar caro para saber se seus cônjuges os estão traindo.

Em meio a esses clientes, surge Leonora, uma mulher simples que está preocupada com o sumiço do marido. Owen Quine é escritor e está desaparecido há dez dias. Leonora pede ao detetive que traga seu marido de volta. Strike fica com pena da mulher e da filha que tem uma deficiência mental e por isso aceita o caso.

Durante a investigação, Strike descobre que Owen escreveu um livro muito tosco que ofende e revela segredos sujos de várias pessoas e isso irritou muita gente. A trama fica muito sinistra quando o escritor é encontrado assassinado de forma brutal. Tudo leva a crer que uma das pessoas que foi citada no livro de Quine é o assassino.

Strike e sua assistente Robin formam uma dupla bem eficiente. Em meio às investigações, também acompanhamos um pouco da vida pessoal dos dois. Strike acabou de sair de um relacionamento instável e ainda está se recuperando. Robin está noiva de um cara que não valoriza e não aceita seu trabalho. O cara é um babaca! O que ela ainda está fazendo ao lado dele?

Achei o início da história um pouco lento. Demora um pouco para engrenar mas, depois que engrena, fica bem interessante. Não consegui descobrir a identidade do assassino. Fui surpreendida pela autora. O final revela muito mais que a identidade do assassino. Apesar de não ser um dos meus livros preferidos, recomendo a leitura para quem gosta de suspense policial.